Rachaduras na parede podem ser um problema sério, saiba o que fazer.

Tudo começa com uma simples e inofensiva fissura, quase imperceptível. Algum tempo depois, incomodada com a falta de atenção, a fissura vira trinca. Começamos então, vez ou outra, a notar sua presença, mas não lhe damos a atenção devida e é aqui que o problema vai ficando mais grave. Eis que a trinca cresce e se alimentando silenciosamente da variação de temperatura, da umidade, da sobrecarga, do recalque (afundamento do solo), da qualidade duvidosa dos materiais usados na construção ou mesmo de alteração química desses materiais, entre outros; vai ficando mais forte e de trinca passa a rachadura. Agora sim, não tem como evitar, sua presença incomoda e constrange, principalmente quem tem o costume de receber amigos e familiares em casa. Rachaduras são como adolescentes: imprevisíveis e podem dar muito trabalho, podem esconder problemas estruturais sérios, não podem ser menosprezadas e se nada for feito, podem crescer ainda mais, até atingirem a idade adulta, como Fendas. Antes que seja tarde demais, saiba como se prevenir e o que fazer.

Fissura, trinca, rachadura ou fenda: saiba como identificar cada uma delas.

Antes de qualquer coisa, é preciso saber se estamos diante de uma simples fissura, ou uma complicada rachadura que denuncia algo maior por trás. Só tem um jeito de saber: pegue uma régua e faça a medição da dita cuja.

  • Fissura: abertura de até 0,5mm (milímetros)
  • Trinca: abertura de 0,5 a 1mm
  • Rachadura: de 1 a 1,5mm
  • Fenda: abertura superior a 1,5mm

Agora que você já sabe mais ou menos com quem está lidando, vamos conhecer mais as características de cada uma:

Fissura

A fissura é uma abertura fina, alongada, inferior ou igual a 0,5mm e é, geralmente, superficial, atingindo somente a pintura e/ou o revestimento cerâmico. O problema maior da fissura é a aparência estética.

Trincas

Já as trincas, são mais profundas e não se limitam a superfície da massa ou pintura, elas alcançam a alvenaria, possuem abertura superior a 0,5mm e inferior a 1mm, podendo afetar a segurança dos componentes da estrutura de um prédio ou casa.

Rachaduras

As rachaduras têm as mesmas características de uma trinca, mas com abertura maior, mais profundas e acentuadas, o que ocasiona até mesmo interferências indesejáveis como a entrada de vento e água de chuva. As rachaduras mais preocupantes são as que aparecem em algum elemento da estrutura da edificação, pilares (verticais), vigas (horizontais) ou lajes. As rachaduras nas paredes de alvenaria também podem representar um problema na estrutura ou uma deficiência de acabamento, esta última provocando apenas uma desordem estética sem gravidade.

Fendas

Fendas são sinais de que provavelmente existe um comprometimento estrutural grave, mas apenas um engenheiro pode confirmar essa suspeita. Em qualquer um dos casos, independente se forem trincas, rachaduras ou fendas, na dúvida, o melhor a fazer é solicitar um orçamento de um profissional capacitado em perícias técnicas e laudos de engenharia.

Posted in Alvenaria, Reparos e Reformas and tagged , .